segunda-feira, 28 de julho de 2014

Resenha: "Cidade dos Ossos"


​"Entre o agir de uma coisa horrivel e o primeiro movimento, todo o intervalos é como um fantasma, ou um sonho horrivel: O gênio e os instrumentos mortais são, então, no conselho e o estado do homem, como de um pequeno reino, sofre então a natureza de uma insurreição."

É tão estranho fazer a resenha de um livro que muitas pessoas conhecem e gostam muito mais do que eu. Eu li Cidade dos Ossos em 2011, praticamente quando foi lançado e quase ninguém conhecia, tanto que o volume que eu tenho é ainda a 1º edição. Obviamente, eu achei o livro interessante pela capa e pelo titulo, então comprei (uma fortuna na época). Praticamente decorei o livro, o li muito rápido e logo em seguida li o Cidade das Cinzas e o Cidade de Vidro, então como o Cidade dos Anjos Caidos ainda não tinha sido lançado no Brasil, eu resolvi parar no terceiro livro, esperar lançarem todos os seis e depois relê-los, e é o que eu estou fazendo. Como é de costume, sempre que eu termino de ler um livro, faço uma resenha, então lá vai o meu ponto de vista sobre Cidade dos Ossos.


Como todo mundo sabe, Cidade dos Ossos é o primeiro titulo da saga Os Instrumentos Mortais escrito pela autora Cassandra Clare em 2007. Esse livro tem como personagens principais Clary Fray – ruiva, baixinha, artística e moradora do Brooklyn - e Jace Wayland – loiro natural, metido e terrivelmente irônico. Bom, é obvio que eles são o casal desse livro, mas Cidade dos Ossos não é apenas uma historia de amor, ela é pura magia, aventura e um mundo totalmente fantástico, esse é o mundo dos Caçadores de Sombras.

O que são Caçadores de Sombras? São nefilins (a mistura de anjos e humanos) que tem como principal objetivo, proteger o mundo da maldade dos demônios. Jace é um Caçador de Sombras e Clary também, mas ela não sabia disso até conhece-lo e conhecer também Isabelle e Alec Lightwood.

Clary é filha de Jocelyn Fray, uma artista não muito conhecida e ex-Caçadora de Sombras. Ela fugiu de Idris ( a cidade dos Caçadores de Sombras) para viver em Nova York com a filha, e dela escondeu não apenas esse mundo de Caçadores de Sombras, mas também quem Jocelyn era antes de ser apenas Jocelyn Fray.

A ruiva entra nesse mundo depois que sua casa é invadida por demônios e sua mãe é sequestrada, e é então que Jace explica a Clary tudo o que ela precisa saber sobre o mundo dos Caçadores e poder  encontrar sua mãe.

Por que a mãe de Clary foi sequestrada? Porque o vilão da história, Valentim, acha que Jocelyn esconde o Cálice Mortal, ele é um dos Instrumentos Mortais que pode criar novos Caçadores de Sombras.

Então começa a busca pelo Cálice perdido para impedir que Valentim consiga o que quer e para salvar Jocelyn. Muitas coisas acontecem nessa jornada. Clary descobre tudo o que sua mãe e Valentim um dia foram, ela entende muito mais da vida e da historia dos Caçadores e, é claro, se apaixona por Jace.

Cidade dos Ossos te deixa com um gostinho de quero mais na boca após a leitura. Vale muito a pena conhecer personagens como o leal e engraçado Simon, e fantástico magico do Brooklyn Magnus Bane e o Luke, que se falar mais sobre ele vira spoiler rs.