domingo, 16 de fevereiro de 2014

Resenha: "A última carta de amor"



Escrito pela autora britânica Jojo Moyes, o livro “A ultima carta de amor” foi publicado em 2010.
Tudo começa com Ellie Haworth, uma jornalista de 31 anos, que não é casada, não tem filhos e tem um caso com John, um homem casado. Ela recebe uma missão de sua chefe, Melissa, de procurar no deposito alguma reportagem das decadas passadas, para fazer comparação de como as atitudes, a moda e as preocupações das mulheres mudaram com o tempo.
Procurando no depósito, ela encontra uma carta de amor de 40 anos atrás. Na carta, o homem que assinava como “B” pedia para sua amada encontrá-lo antes que partisse, a carta dava a entender que a mulher por quem “B” esperava era casada e esse era a unica forma de ficarem juntos, fugindo.
Mal sabia Ellie que isso era uma de muitas cartas de amor escrita na decada de 60 por Anthony O’hare para Jennifer Stirling, que são os verdadeiros protagonistas.
Jennifer Stirling era a mulher de um empresário da mineração, rica e sem filhos, vivia para jantares e viagens. Não era infeliz em seu casamento, mas também não era totalmente feliz. Até que em um de seus jantares conheceu Anthony, ele era um jornalista e trabalhava cobrindo guerrar e confrontos na Africa para o jornal Nation. Anthony achava que Jennifer era apenas uma dondoca sem nada a acrescentar para o mundo, até conhecê-lo melhor e se apaixonar por ela.
Isso mesmo, o amor é forte, e só lendo o livro para vocês entenderem os motivos. Eles se correspondem através de cartas. As cartas sempre mais apaixonadas e linda. Anthony tenta convencer Jennider a ir embora com ele, mas mesmo o amando, ela insiste em não abandonar seu marido Laurence.
Até que Anthony recebe uma otima oferta de trabalha para a ONU e dá um ultimato à Jennifer. E ela se rende, arruma suas coisas e sem dizer adeus ao marido, foge para ficar com Anthony. Ela pede a um amigo de Anthony para ajudá-lo a chegar no ponto combinado antes que seja tarde demais, mas um acidente acontece. E Jennifer é impedida de encontrar seu amado.
Quando finalmente recuperada, Jennifer volta para casa com o seu marido, mas devido a uma pancada forte que teve na cabeça por causa do acidente, Jennifer não se lembra de muitas coisas. Principalmente, não se lembra mais de Anthony.
Ela tenta se adaptar a sua nova vida, mas não reconhece mais a Jennifer que era e não sabe mais o que sentia por Laurence. Até que aos poucos, ela vai descobrindo as cartas. Só não consegue saber quem é “B”.
Um dia Jennifer resolve arrumar suas malas e sair de casa. Diz a ele que não pode mais continuar com ele, já que não o ama. Ele revela que sempre soube que ela tinha um amante e que era ele quem estava no carro quando houve o acidente, e agora, ele estava morto.
Jennifer não tem para onde ir, não há mais ninguém que a ame esperando por ela, e então ela fica com Laurence.
Quatro anos se passaram, e algumas recordações vão voltando a mente de Jennifer, e em um jantar ela o reconhece. Ela reconheceu Anthony e tudo fica claro. Laurence mentiu, Anthony nunca estivera naquele carro e nunca a procurara porque não sabia que ela havia escolhido ficar com ele.
Mais uma vez Anthony faz a proposta de ficarem juntos. Pede a Jennifer para largar Laurence e ficar com ele, mas dessa vez ela tem algo maior que a impede.
Esse é um livro lindo e que ainda tem muito a ser dito. A história de amor entre Anthony e Jennifer não termina aqui. E Ellie? Ela também possui sua própria história de amor. Mais um emocionante livro da Jojo Moyes.