terça-feira, 28 de julho de 2015

Resenha: “Proteja-me”- Maya Banks


Depois de muito ouvir falar da autora Maya Banks finalmente parei para ler um livro dela, e posso dizer que ela realmente merece todos os comentários positivos que já tinha ouvido.
Proteja-me conta a história de Ramie St. Claire, uma jovem que tem um dom que permite localizar vítimas de sequestros tocando em algum objeto que pertenceu à vítima, porém ao localizar ela se conecta com a vítima e acaba sofrendo as mesmas coisas o que, ao longo do tempo, a deixa completamente desgastada.

A história de Ramie se entrelaça com a de Caleb Devereaux, quando a irmã do milionário é sequestrada e ele inicia uma verdadeira caçada em busca do auxilio de Ramie.
O que ele não sabia é que seria muito difícil de encontra-la e que quando finalmente conseguisse ela ia se negar a ajuda-lo. Contudo, Caleb sem saber que Ramie sofreria os mesmos traumas que a irmã, coloca uma encharpe na mão dela e a força a ajudar -amo quando entendo a capa já no começo do livro-.
O dom de Ramie nunca falha e é claro que ela consegue localizar Tori Devereaux, só que Caleb ao ver as marcas da violência vivida pela irmã aparecerem no corpo de Ramie é tomado pela culpa e quer recompensar a moça, mas ela recusa e diz que sua recompensa é ser deixada em paz.
Caleb  deixa Ramie e vai cuidar da irmã, mas se promete que irá reencontra-la e ajuda-la, pois percebe que a irmã tem apoio e Ramie está sozinha tendo que enfrentar traumas que ele a obrigou a sofrer para salvar a irmã.
Um ano se passa sem que tenhamos notícias de Ramie, nesse tempo Caleb abriu uma empresa de segurança para garantir a proteção de sua família.
Nesse ano que se passou Ramie fugiu o tempo inteiro, mas ela não fugia das pessoas que vinham procurar a sua ajuda, mas sim de um assassino o qual ela, ao entrar na mente de uma de suas vítimas, acabou ficando ligada não somente a ela, mas também ao assassino e para ele caçar Ramie e imaginar formas torturantes de mata-la são divertidíssimas.
 Em meio a mais uma de suas fugas Ramie se vê encurralada por esse homem e foge, sem dinheiro, documentos e muito menos um destino certo. Desesperada essa se lembra da promessa feita por Caleb há um ano atrás e mesmo a contra gosto liga para ele que providencia sua segurança no mesmo instante, e chega em menos de 24 horas para garantir que ela estará segura.
Será que ao se envolver com Ramie, Caleb a está protegendo ou está, na verdade, tornando o jogo do assassino muito mais divertido?
Um livro sobre dons, sofrimentos e aceitação. Suspense e paixão dominam Proteja-me, o que torna o livro capaz de agradar vários gostos, além de nos fazer grudar no livro e só solta-lo quando a última página é virada, ou seja, Maya Banks consegue te passar todo o misto de emoção, nesse misto de gêneros literários e a mistura não poderia ter dado mais certo.