quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Resenha: "Saga Enfeitiçadas - Livro 03 - Poder"

A saga Enfeitiçadas já contou a história da Branca de Neve e sua Madrasta apaixonada, já contou também a história de uma Cinderela rebelde. Dessa vez, Poder conta a história de um caçador, um principe, uma menina de casaco vermelho, um lobo, uma bela, uma fera e um feitiço.
O Rei e a Rainha, preocupados com a irresponsabilidade do filho, decidiram dar uma missão para o principe. Há uma história de um reino que foi escondido pela floresta há cem anos. Ninguém consegue chegar nele e ninguém sabe sobre seus moradores. O principe, junto com o caçador para servir de babá, foi enviado pelo Rei para encontrar esse reino e descobrir o que houve com ele e se possível, trazer mais tesouros.

No caminho dentro da floresta, o caçador e o principe encontram uma avó e sua neta tendo problemas com lobos. Greta, a jovem com capa vermelha, deseja se aventurar junto com os rapazes, porque ela sabe que há alguma coisa atrás de um muro construido pela floresta, alguma coisa que a chama e que ela precisa descobrir o que é.

Após construirem um caminho por dentro desse muro de vegetação, o principe, o caçador e Greta encontram um reino adormecido. Todas as pessoas estão dormindo durante um século. Quando entraram no castelo, encontraram a Rainha, deitada na sua cama, pálida e com o dedo sangrando, em volta da sua cama havia uma poça de sangue, ela sangrou durante cem anos. Encantado pela beleza da Rainha, o principe a beija no exato momento em que o caçador usa um curativo para estancar o sangramento e com isso, o feitiço é quebrado e todo o reino acorda.
 O principe está mais do que encantado pela Rainha, ele está perdidamente apaixonado por ela. Seu nome é Bela e ela é querida por todo o seu povo. Logo, eles anunciam que irão se casar. Mas Greta e o caçador percebem que tem algo errado na cidade. O primeiro-ministro pede ao caçador que procure por Rumpelstiltskin, afinal, foi ele que deu a agulha enfeitiçada para Bela e que o traga vivo para o palácio.
Greta e o caçador vão atrás de Rumpelstiltskin e encontram uma história diferente. Bela é filha de um Rei humano com uma Bruxa das Águas, por isso, existe magia dentro dela. Bela tem dupla personalidade, ela nasceu com a Bela e a Fera dentro dela. Ela se transforma em uma pessoa má, cruel e com sede de sangue e dor, mas o Reino não sabe disso, a história contada para eles é outra. A Fera produz bailes extravagantes cobertos de luxuria e morte. Para que a Bela deixasse de existir, Rumpelstiltskin foi atrás de uma bruxa que deu a ele uma agulha enfeitiçada que mataria Bela, mas Rumpelstiltskin soube tarde demais que a cidade dormiria durante cem anos, enquanto Bela sangrava até a morte. Infelizmente o caçador e o principe quebraram o feitiço antes do tempo e a Bela e a Fera estavam acordadas novamente. Rumpelstiltskin não foi o unico que não foi atingido pelo feitiço, Toby também não, ele já era amaldiçoado a virar um lobo em toda a Lua Cheia, então o outro encantamento não caiu sobre ele.
O caçador, o principe, Greta, Toby e Rumpelstiltskin tinham um plano para se livrar da Bela. Eles usariam novamente a agulha enfeitiçada para fazê-la sangrar até a morte. Greta e Toby ficariam, a menina aplicaria o feitço em Bela, ela não seria atingida e nem Toby e assim eles poderiam ficar juntos e sem envelhecer durante cem anos. Rumpelstiltskin, o caçador e o principe fugiriam daquele reino e seriam livres.
Eu gostei muito da saga, mas ela poderia ser maior ou então mais detalhista e ela me lembra muito o seriado Once Upon a Time. Pra quem gosta de versões diferentes dos contos de fadas, eu recomendo a Saga Enfeitiçadas. E pra quem já leu a Saga, deixem seu comentário.