quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Livro x Filme: "Cidade dos Ossos"

Muitas pessoas gostaram do filme de Cidade dos Ossos, para quem é mega fã e leu todos os livros, o filme deixa muito a desejar. Resolvi fazer essa postagem para mostrar, na minha opinião, as maiores falhas do filme.
Vamos começar pelos atores. Primeiro, a Clary, eu ainda não consigo ver a Lilly Collins como a Clary, pintar o cabelo dela de vermelho não dá no mesmo e outra, nunca vi Jace mais feio. Beleza, ele é louro, mas precisava daquela testa toda? Me desculpa Jamie Campbell, mas faltou sensualizada em você. E o Luke, nada contra o ator, mas quando eu lia os livros e pensava no Luke, ele era o David DeLuise e não o Aidan Turner. Mas o pior de todos foi o Valentim, acho que resolveram colocar um pouco de Piratas do Caribe no filme para ver se vendia, porque a descrição do Valentim no livro não é nem um pouco parecido com o Valentim do filme. Nada contra o ator Jonathan Rhys Meyers, ele até que é gatinho, mas pra mim, o Valentim era algo como o Lucio Malfoy nos filmes do Harry Potter.


Agora passando dos atores para a narrativa do filme. Eu acho que quem criou o roteiro estava com preguiça de ler o livro, então achou mais facil ler fanfics e escrever o roteiro, porque todo fã de Instrumentos Mortais sabe que muita coisa que estava no filme só foi contado nos livros posteriores.
1º) No filme já conta que a Jocelyn tomou uma poção para não contar a Valentim onde está o Cálice caso ela fosse sequestrada, e no livro Clary só vai descobrir isso no Cidade de Vidro, que é o terceiro livro da saga.
2º) O Simon vira um rato antes de ser levado para o Hotel Dumort, ao contrario do que aconteceu no filme. E para salvá-la, Clary e Jace vão até o Hotel, apenas os dois, e no filme vai Clary, Jace, Alec e Isabelle de brinde.
3º) O Hodge contou mais do que devia a Clary sobre Valentim no filme. Ele contou que ela é filha de Valentim e que ele fazia experiencias com o proprio sangue, coisa que só descobrimos no Cidade do Vidro.
4º) Portal no Instituto? Desde quando tem um portal no Instituto? A grana tava pouca, então eles resolveram cortar a parte de Renwick e fazer com que todo o desfecho fosse num cenario mais conhecido?
5º) E que final foi aquele? No livro, Valentim foge com o Cálice, e no filme, a Clary fica com o Cálice. Essa foi a pior parte, mudou totalmente a linha de raciocínio do livro. Detestei.
Tá, o filme até que tem algumas coisas parecidas com o livro. O Simon, adorei o ator Robert Sheehan o interpretando. E o começo na boate Pandemônio e parte que a Jocelyn foi sequestrada, até aí tava similar ao livro. Mas a maior parte do filme, principalmente o final, não tem nada a ver com o livro.
Uma adaptação cinematográfica deveria ser uma releitura do livro. Tipo, pegar o livro e tirá-lo das letras e colocá-lo em imagens, mas, alterar o final? Foi querer demais.
Deixem seus comentários sobre a adaptação de Cidade dos Ossos, adoraria ler a opinião de vocês.