segunda-feira, 12 de maio de 2014

Top 5 - Mães Literárias

Como ontem foi Dia das Mãe é obvio que não poderíamos deixar de homenagear  aquelas queridas mamães que aparecem nos nosso livros e sempre dão um toque de amor a mais na história. Confira agora o nosso TOP 5 - Mães Literárias:



Emma Harrison: Emma é a protagonista dos livros “A proposta” e “O pedido” e seu maior sonho é ser mãe. Perdeu seu noivo em um trágico acidente e sua mãe vitima de câncer e com 30anos ainda não conseguiu realizar seu sonho de ser mãe.Emma é uma mulher forte e que tudo o que quer é realizar seus sonhos, ser mãe é o maior objetivo de sua vida e uma mulher decidida como Emma merece essa realização.

Lílian Evans Potter: A mãe de Harry Potter é um dos maiores exemplos de do amor de mãe. Porque quando o Lorde das Trevas entra em sua casa, mata seu marido e te oferece a chance de fugir se entregasse seu filho a ele, e mesmo assim você não desiste e protege sua criança até a morte, essa mulher merece meu respeito e admiração, porque nada foi em vão, ela continua a protege-lo até após a morte. Lilian Potter é uma mãe admirável e exemplar.

Sally Jackson, Ela é mãe de Percy Jackson . Depois que Poseidon foi embora, ela se casou com Gabe Ugliano, que batia nela, tratava-a como uma escrava, vivia jogando pôquer e sujando a casa, e ela aturava isso por que o cheiro dele era tão insuportável que afastava todos os monstros que pudessem vir atrás do Percy. Ela, de acordo com Percy, é a pessoa mais gentil do mundo, sendo gentil até com Gabe Ugliano.

Jocelyn Fray/Fairchild: a mãe de Clary, uma Caçadora de Sombras na clandestinidade por causa de seu envolvimento com o Ciclo. Ela era a esposa de Valentim. Ela escondeu o Cálice Mortal (um dos três Instrumentos Mortais) e submeteu-se ao coma por beber uma poção dada a ela por um bruxo para impedir que Valentim tivesse a posse do Cálice Mortal. Na minha opinião a história da Clary e da Jocelyn é uma das mais bonitas, pois mesmo com raiva pela mãe ter escondido o universo shadonwhunter dela, Clary não mede esforços para traze-la de volta.

Natalie Prior: Mãe de Tris e Caleb, Natalie anteriormente pertenceu à Audácia, mas mudou-se para a Abnegação aos 16 anos como forma de proteger-se e esconder o fato de ser uma Divergente. No primeiro livro da Trilogia morre para salvar Tris, como prova do amor incondicional materno, e no Terceiro Livro descobrimos muitos segredos relacionados a personagem. De todos os livros que li até agora Natalie ganha o troféu de melhor mãe!

E vocês curtiram nossas cinco mães? Sentiu falta de alguma? Não deixe de comentar.