sábado, 28 de dezembro de 2013

Top 13: livros que li em 2013


Bom, esse ano não tive a oportunidade de ler muitos livros, por isso tem alguns que não me agradaram muito, mas estão aqui, no meu top 13 com os livros lidos em 2013. Confira:

1)Sussurro – Becca Fitzpatrick
Livro mais que incrível, mas como eu amo a trilogia toda (já que ainda não tive a oportunidade de ler Finale), escolhe Sussurro como primeiro, porque é nele que começa toda essa deliciosa história entre Patch e Nora.

2)Crescendo – Becca Fitzpatrick
Crescendo é perfeito pelo seu final. Quem iria imaginar que o verdadeiro pai de Nora tem a intenção de mata-la e que ele é um Nefilim?

3)Silêncio – Becca Fitzpatrick
Não se lembrar de nada dos últimos 5 meses pode ser aterrorizante. E o pior é o desejo de descobrir o que realmente aconteceu. É por isso que esse livro também é fantástico, ao ver Nora juntando as peças do quebra-cabeças.

4)As vantagens de ser invisível – Stephen Chbosky
Um menino diferente tentando se encaixar. Descobrindo novos amores, conquistando novos amigos e experimentando novas sensações. Esse é Charlie, e eu adorei conhece-lo nas Vantagens de ser invisível.

5)Deslembranças – Cat Patrick
“Todas noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória”
Esse livro tem uma história diferente, e é por isso que gostei. Uma garota que todos os dias, em um mesmo horário, perde todas as suas memórias. O interessante do livro é descobrir como ela consegue manter uma rotina dessa forma, e o que aconteceu com ela, para ela não lembrar do seu passado.  E fato mais importante, é que London pode ver o futuro. É isso mesmo, ela tem a possibilidade de lembrar de coisas que ainda irão acontecer. É demais.

6)Um porto seguro – Nicholas Sparks
Uma mulher triste com seu casamento, um marido perigoso. Tudo o que ela quer é fugir, e quando finalmente consegue encontrar uma pessoa que pode amá-la novamente, ela deve continuar fugindo , pois seu marido a quer de voltar.
Como sempre, mais uma daquelas emocionantes historias do meu amado Nicholas Sparks.

7)Diários do vampiro: Meia-noite – L.J.Smith                      
Bom, eu não sou muito fã dos últimos três livros da L.J.Smith nessa saga. Na verdade, teria sido muito bom se tivesse acabado no terceiro livro, o A fúria, mas como não acabou, eu precisei ler até o final, porque a minha curiosidade é maior. E bom, eu até que gostei do “final”.

8)A menina que não sabia ler – John Harding
Esse livro é meio chato no inicio, mas depois da metade, o leitor acaba ficando maluco. Afinal em quem confiar? No que acreditar? O que é real? Juro, que ainda tenho dúvidas com relação a aquele desfecho.

9) Para sempre – Kim e Krickitt Carpenter
Sofrer um acidente  no inicio do casamento. Sua esposa perde totalmente a memória e não lembra quem você é. Essa é a história de Kim e Krickitt Carpenter, os autores do livro. Juntos eles conseguiram se estabelecer novamente como casal, e é emocionante a história deles.

10)Romeu imortal – Stacey Jay
O legal desses livros da Stacey Jay, tanto o Julieta Imortal quanto o Romeu Imortal é justamente o fato de envolver  forças místicas em um clássico de Shakespeare. E ficou uma boa história para os padrões sobrenaturais.  Vale a pena ler.

11)O casamento – Nicholas Sparks
Nicholas Sparks sabe como fazer surpresas e sabe como tornar seus personagens masculinos românticos. E é exatamente isso que acontece em O casamento, um homem ainda apaixonado por sua esposa , que acha que perdeu muito tempo preocupado com o trabalho e agora quer recuperá-la. 

12)O preço de uma lição – Gutti Mendonça e Frederico Devito
Bom, esse livro foi meio maçante de ler. Conta a história de um menino que se apaixona por uma garota mais nova e pronto. Só isso. Sem muitas emoções. Mas pelo menos a escrita é direitinho. Rs.

13)Destino – Ally Condle
Outro livro também maçante. A história eu não achei muito boa. Uma sociedade com tudo controlado. Com quem você deve casar, com que idade deve morrer. E isso é bem irritante, pelo menos pra mim, por isso, não gostei muito.