terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Resenha: "Príncipe Mecânico"

"Sinto-me como se estivesse dissolvendo, desaparecendo no nada, pois se não há ninguém no mundo que se importe com você, será que você sequer existe?"


Tessa Gray está em apuros. Seu irmão está contra ela. Mortmain quer desposá-la e usá-la para seu objetivo de destruir os Caçadores de Sombras e, principalmente, Will não a quer, mas o que Tessa não sabe é que Will tem um segredo que nunca compartilhou com James ou Charlotte.


"As mãos de Tessa tremiam ao prender uma mecha de cabelo atrás da orelha. Detestava que Will causasse esse efeito nela. Detestava. Sabia da verdade. Sabia o que ele pensava a seu respeito. Que ela não era nada, não valia nada. E mesmo assim, um simples olhar dele a fazia tremer numa mistura de ódio e desejo. Era como um veneno na corrente sanguínea, para qual o único antídoto era Jem. Só com ele sentia que pisava em terreno sólido."

Charlotte estava prestes a perder o Instituto. Benedict Lightwood fez a cabeça do Conselho para se virar contra ela, e o Consul Wayland ordenou que Charlotte tenha duas semanas para descobrir o paradeiro de Mortmain, sozinha, caso contrário, Benedict Lightwood poderia reivindicar a direção do Instituto.
Para ajudá-lo, Will vai até Magnus e revela o seu segredo.

"-Presumo - disse Magnus, baixinho -, que tenha me contado tudo de que se lembra. Abriu uma Pyxis e liberou um demônio. Que o amaldiçoou. Quer que eu encontre o demônio e veja se ele retira a maldição. É tudo o que pode me dizer? [...]
- O demônio riu e sacudiu a cauda, derrubando-a no chão. E em seguida fixou os olhos em mim. Eram inteiramente vermelhos, sem nenhum pedaço branco. E falou: "Eu destruiria seu pai, mas como ele não está aqui, terá de ser você mesmo". Como eu estava em estado de choque, a unica coisa que consegui fazer foi ficar olhando. Ella estava engatinhando pelo tapete, tentando alcançar a lâmina serafim. "Eu o amaldiçoo", disse a criatura. "Todos que amarem você morrerão. O amor deles será a própria destruição. Pode ser que leve instantes, pode ser que leve anos, mas qualquer um que olhá-lo com amor, vai morrer por isso, a não ser que você se afaste deles para sempre. E vou começar por ela". Ele rosnou na direção de Ella, e desapareceu"

Para encontrar Mortmain, Charlotte e os outros procuraram por informações do seu passado e descobrem que Mortmain foi criado por um casal de feiticeiros que foram assassinados por Caçadores de Sombras, devido a indícios de que eles infringiram a Lei ao projetar um exercito de máquinas para destruir os Nephilins. 
Um dos responsáveis pelo assassinato era o velho Stearkweather, responsável pela direção do Instituto de York. Will, Tessa e James vão até o Instituto para saber mais sobre os feiticeiros mortos e pais do Mortmain, e Will acaba encontrando quem não esperava mais ver, sua irmã Cecily.
Muitas perguntas para serem respondidas durante todo o livro, afinal, quais são os planos de Mortmain com seu exercito meânico? Qual é a origem de Tessa? Qual é o segredo de Will e por que ele precisa da ajuda de Magnus?
O livro é bom, na verdade muito bom, eu adorei lê-lo e li muito rápido  mas já li faz algum tempo então é por isso que a resenha não ficou muito boa, mas acreditem As Peças Infernais são tão boas, ou até melhor que Os Instrumentos Mortais.