quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Resenha: "Silêncio"

"De um jeito ou de outro a guerra se aproxima. Tudo que me restava era decidir quem seria meu inimigo"



Após descobrir o que realmente aconteceu na noite da morte de seu pai Harrison Grey, Nora é raptada, por ninguém menos que seu pai biológico Hank Millar, um nefilim odioso e sem escrúpulos que deseja liderar uma guerra entre anjos caídos e nefilins, e ele se auto-intitula A mão negra
Depois de três meses trancafiada, Nora é libertada por Han, porém, antes de libertá-la ele apaga todas as suas lembranças dos últimos 5 meses, sendo assim, ela não se lembraria nem ao menos de Patch.
E tudo isso para que? Para forçar Patch a descobrir informações dos anjos caídos e dar vantagem a Hank nessa guerra.
Só que os anjos caídos precisam possuir Nefilins, caso contrário, eles terão que possuir humanos e isso acabaria matando-os. E os Nefilins recusam-se a serem possuídos por anjos caídos e perderem o controle de seus próprios corpos. E no centro de todo este dilema, está Nora, uma peça muito importante para os planos do Mão Negra.
Um livro para ser devorado. E atire a primeira pedra quem não sentir ódio de Hank Millar.